AHM

Menu

Sistema RFID x Hit-Not

Sistema RFID x Hit-Not

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em uma empresa onde ocorre a circulação de veículos de movimentação de cargas, é necessário que haja mais do que a sinalização de trânsito para orientar operadores de empilhadeira ou coletes com cores chamativas. Nessas áreas, é necessário que se garanta a segurança de pedestres através de sistemas que fornecem alerta constante, mitigando o risco de acidentes.

Os sistemas de RFID, que utilizam tecnologia de rádio frequência para alertar operadores de empilhadeira e pedestres da aproximação, pode ser falho em diversas situações devido as suas limitações de sinal e por não ter sido criado para esse propósito específico. A tecnologia de rádio frequência foi originalmente implantada nas operações logísticas para identificar caixas e produtos na operação e transporte logístico, fornecendo as informações para um sistema que armazena e faz o gerenciamento dos dados, para inventário e fins de controle de movimentação.

Ao contrário do sistema de RFID, o Sistema de Detecção de Pedestres e Veículos (Hit-Not) que a AHM Solution do Brasil possui, oferece uma tecnologia que foi criada especificamente para garantir a segurança dos pedestres e operadores de empilhadeira.

Confira abaixo os diferenciais que tornam o Sistema de Detecção de Pedestres e Veículos, mais abrangente do que os sistemas de RFID:

Interferência por barreiras físicas

Para a ampliação de segurança em sistemas de armazenagem, o sistema de RFID perde sua eficácia. Por não ultrapassar estruturas sólidas e líquidos, o alerta se restringe a áreas onde não há pontos-cegos, não sendo recomendado para sistemas de armazenagem que possuem esse cenário.

Por outro lado, o Hit-Not é um sistema que funciona através de ondas eletromagnéticas, ultrapassando barreiras, impedindo que o sistema se torne ineficaz devido às estruturas físicas.

Precisão em longas distâncias

O sistema de RFID emite apenas um sinal de alerta quando ocorre a aproximação do pedestre e do veículo.  Por outro lado, o sistema de detecção de pedestres e veículos (Hit-Not), possui duas zonas de alerta, uma de advertência, que emite dois bips de forma pausada e a outra de perigo, que emite um sinal sonoro e luminoso intermitente. As áreas de ação de cada zona, podem ser ajustadas conforme o cenário de cada operação.

Alerta ao pedestre

Os sistemas de RFID emitem o alerta apenas para o operador da empilhadeira, que detém toda a responsabilidade de prevenir a ocorrência de um acidente.

Com o Sistema de Detecção de Pedestres e Veículos (Hit-Not), o operador da empilhadeira e o pedestre recebem o sinal sonoro e luminoso, dividindo a responsabilidade entre os dois e diminuindo o risco de acidentes, visto que, ambos são alertados quando ocorre uma aproximação.

Campos de detecção ovais e lineares

O campo de atuação do Sistema de Detecção de Pedestres e Veículos (Hit-Not) é oval. Na parte frontal e na parte de trás do veículo o campo de atuação é maior, devido aos riscos de acidente mais elevados nessas direções. Já nas laterais do veículo, o raio de detecção é menor. Por ter esse formato, o sistema detecta pedestres nos 360º, não importando qual a direção que o equipamento esteja direcionado.

Os sistemas de RFID são lineares, ou seja, detectam o pedestre apenas na linha de encontro entre pedestre e veículo. Esse fator, torna o sistema pouco confiável em áreas onde há muitos corredores e pontos-cegos, dificultando a ação do sistema.

Esses fatores, tornam o Sistema de Detecção de Pedestres e Veículos (Hit-Not) mais completo e eficiente quando se trata de operações com obstruções e pontos-cegos. É importante que os sistemas de segurança atuem sem falhas técnicas, caso contrário, colocam em perigo a vida de colaboradores que depositam sua confiança neles.

A AHM Solution do Brasil oferece essas e outras soluções para ampliação de segurança e produtividade nas operações logísticas e para o controle de qualidade no transporte. Para conhecê-las, acesse nosso site:

Home