AHM

Menu

Como evitar a contaminação cruzada na indústria farmacêutica e otimizar custos

Como evitar a contaminação cruzada na indústria farmacêutica e otimizar custos

Compartilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A contaminação cruzada na indústria farmacêutica é uma das principais demandas observadas no ambiente de logística, em virtude dos possíveis problemas de validação decorrentes da inversão de líquidos e do manuseio inadequado de embalagens frágeis.

A contaminação cruzada ocorre quando medicamentos de diferentes princípios ativos entram em contato, transmitindo microrganismos para o medicamento. Dessa forma é possível que haja contaminação e proliferação de bactérias e microrganismos. Os paletes de madeira podem ser abrigo para esses microrganismos e bactérias, causando a proliferação e consequente contaminação dos princípios ativos.

Por isso, leis sanitárias exigem a transferência da carga, dentro das áreas de produção, de paletes de madeira para paletes de plástico ou alumínio, que não correm o risco de se tornar abrigo para esses organismos.

Nesse cenário, o trocador de paletes estacionário foi desenvolvido para possibilitar uma transferência econômica e eficiente entre transportadores de carga: paletes de madeira para paletes de plástico ou vice-versa.

Estação em Funcionamento

A utilização do equipamento pode ser realizada por meio de duas combinações. Por meio do acessório de empurrar carga, as mercadorias armazenadas em paletes de madeira são transportadas sem a necessidade do transportador de carga; enquanto o uso de um ‘push-pull’ também faz com que o transporte possa ser realizado em folhas de deslizamento.

Com frequência, o trocador de paletes é utilizado dentro da área de recebimento de produtos, a fim de aumentar a velocidade da transferência para paletes de plástico ou alumínio e do isolamento de paletes de madeira, em conformidade com as normas sanitárias.

O equipamento é indicado para reduzir custos e riscos operacionais, além de oferecer uma alternativa acessível aos sistemas de transferências mais complexos, especialmente em empresas que utilizam uma estratégia manual no setor.

Veja as principais características, com base em um comparativo com os equipamentos inversores de paletes:

  • Maior velocidade de manuseio
  • Sem aperto de mercadorias
  • Sem inversão de carga
  • Construção simples
  • Menos manutenção devido à ausência de peças rotativas
  • Redução de velocidade do painel frontal para posições finais
  • Velocidade ajustável do painel frontal
  • Controlado remotamente
  • Plug & play.

Opcionais:

  • Construção em aço inoxidável.
  • Categoria de circuito de segurança como CAT3 / PLe.
  • Pode ser transportado em componentes separados.

Assista ao vídeo: Trocador de Paletes

No caso do armazenamento simples de mercadorias em pilhas, o trocador de paletes estacionário pode, ainda, empurrar o produto para o sistema mecânico ROLLERFORKS® ou ‘push-pull’.

 

Fale com a nossa equipe e saiba mais sobre nossos produtos.

www.ahmsolution.com.br